Balneário Piçarras

Balneário Piçarras

Fundação
Dia 14/12/1963

Gentílico
Piçarrense

Área
99,424 km2

População
20.617 habitantes

Fonte: IBGE 2015.

Guia de Serviços

Ecoturismo

O que fazer?

Alambique
Cachoeira
Caiaque
Cavalgada
Cicloturismo
Escalada
Mergulho
Mirante
Pesque
Praia
Stand
Tirolesa
Trilha
Onde Fazer Mais Ecoturismo Mais Ecoturismo

Cicloturismo

Trecho 1 Trecho 2

Trecho 1

2
Dificuldade Técnica
2
Dificuldade Física
32,5 km
Distância

Trecho 2

2
Dificuldade Técnica
2
Dificuldade Física
41,4 km
Distância
Mais Cicloturismo Mais Cicloturismo

História

O nome Balneário Piçarras vem das rochas de argila que se encontram em grande quantidade no subsolo do município. Balneário Piçarras teve suas origens étnicas nos colonizadores paulistas e na povoação da Ilha de Nossa Senhora da Graça, em São Francisco do Sul. Segundo o historiador José Ferreira da Silva, em História do Município de Penha (1958), na segunda metade do século XVIII, pescadores portugueses vindos de São Francisco do Sul desceram a costa em busca de baleias, na época, matéria prima da principal atividade econômica da região. Alguns desses desbravadores se fixaram no pedaço de terra do litoral catarinense que mais avança pelo mar, ao qual chamaram de Ponta do Itapocorói, região habitada pelos índios Carijó. A fartura de baleias e as condições marítimas e geográficas ideais foram decisivas para que fundassem ali um povoado. Em 1777 nasce Armação do Itapocorói, núcleo inicial dos municípios de Penha e Piçarras. Vale esclarecer que armação era o nome que os portugueses davam para o local onde erguiam estruturas próprias para o manuseio da baleia.
A partir daí, os poucos moradores que já se espalhavam ao longo da costa passaram a ser visitados com mais freqüência por comerciantes que vinham do porto do Rio de Janeiro e retornavam com seus navios carregados de azeite, barbatanas e outros derivados da baleia, negociados em Armação. Essa efervescência econômica atraiu muitas famílias e em fins do século XVIII e início do século XIX os Vieira,Macedo, Silva Lima, Quadros, Pinto e Figueredo já configuravam o povoado de Piçarras.
Em 1820, passa por Piçarras o historiador francês August de Saint Hilaire, que registra suas impressões do lugar no livro Viagem pela Província de Santa Catarina”: Percorrendo a praias, descreve, avistam-se casas, de distância em distância, simples choças, e toda a zona fronteira ao mar é muito povoada, enquanto que para o interior há unicamente floresta. O território antes habitado por indígenas cede espaço ao colonizador açoriano. Com a extinção progressiva da baleia, Armação perde espaço econômico e político para Penha. A região hoje compreendida pelo município de Piçarras passa, em 1839, a integrar a freguesia da Penha, subordinada a São Francisco do Sul. Mais tarde, em 1860, Itajaí assume o distrito de Penha e, portanto, Piçarras. A emancipação política de Penha vem em 1958 e na mesma época Piçarras inicia um movimento para emancipar-se também, o que consegue cinco anos depois. A instalação da sede do novo município acontece em 14 de dezembro de 1963. Francisco Fleith assume a Prefeitura iniciando assim o município de Piçarras.

 

Prefeitura Municipal de Balneário Piçarras
Avenida Emanoel Pinto, 1.655 – Centro
Telefone: (47) 3347-4747
Fax: (47) 3347-4704

Site

Secretaria de Turismo e Cultura

Av. Getúlio Vargas, 1225 – Centro
Telefone.: (47) 3347-0329
Fax.: (47) 3345-3603
E-mail: turismo@picarras.sc.gov.br

Google Maps

Notícias & Eventos // Balneário Piçarras

Costa Verde Mar > Balneário Piçarras

> Ação Limpeza Rio Piçarras

Costa Verde Mar > Balneário Piçarras

> SESC Móvel Balneário Piçarras

Costa Verde Mar > Balneário Piçarras

> Cultura na Praça

Costa Verde Mar > Balneário Piçarras

> Feira de Artesanato Local – ViArte
© Costa Verde & Mar