Destaque religioso da Costa Verde & Mar entra para o Guinness Book, o livro dos recordes

Costa Verde & Mar >
manto1

A fé é ingrediente que estimula o Turismo Religioso na Costa Verde & Mar. Fiéis de diferentes cidades costumam se reunir em eventos tradicionais como a Festa do Divino, Encontro dos Gideões Missionários e Paixão de Cristo para momentos de celebração à força superior que nos rege.

 

E um dos acontecimentos mais recentes reforça o foco da região para as jornadas religiosas. Em Navegantes foi produzido o maior manto de Nossa Senhora do mundo, segundo o Guinness Book. A peça, confeccionada para a celebração da santa padroeira local em fevereiro, tem 1.059,80 metros quadrados. Cerca de 5 mil devotos ajudaram a carregar o manto que vestia a imagem e outras cinco mil pessoas acompanharam com orações.

 

Após a procissão, o manto gigante de tecido e renda foi dividido em 16 mil pedaços que foram entregues para os fiéis. O estímulo e reconhecimento fizeram com que a organização da tradicional festa se comprometesse em confeccionar um manto gigante anualmente para que os devotos participem da procissão cobertos por ele.

 

Outras atrações estão fortemente ligadas ao Turismo Religioso na Costa Verde & Mar.

 

 

Igrejas

 

Pelo menos 21 igrejas e capelas integram o patrimônio cultural da Costa Verde & Mar. Todos os municípios estão bem representados. Por ser uma região litorânea, são principalmente templos trazidos pelos colonizadores. Muitos deles ainda de pé, cerca de 200 anos depois de erguidos. São obras que valem pela beleza arquitetônica e também pelos momentos de paz e fé.

 

 

Grutas

 

A de Nossa Senhora do Guadalupe fica em Navegantes e possui um altar com imagens religiosas e fonte de água limpa natural. Já a de Nossa Senhora de Fátima, em Ilhota, é gerenciada pela Paróquia São Pio Décimo. Foi inaugurada em 19 de maio de 1957.

 

 

Cruz e Morro da Cruz

 

Contam os pescadores nativos que a cruz de madeira apareceu na praia de Quatro Ilhas no início do século. Depois dela, mesmo com um período enorme sem boa safra de pesca em Bombinhas, as coisas mudaram. Daí por diante, todos os anos os pescadores e a comunidade mantêm a cruz erguida nas dunas da praia e adornam antes do período da pesca da tainha. Em Itajaí, o Morro da Cruz também faz uma homenagem à religiosidade na altura, de um ponto onde é possível avistar a cidade e o encontro das águas entre o Rio Itajaí-Açu e o Oceano Atlântico.

Postado em Roteiro
< Voltar
© Costa Verde & Mar